• Home
  • Saúde
  • E PORQUE NÃO PERCO AQUELA BARRIGUINHA?

E PORQUE NÃO PERCO AQUELA BARRIGUINHA?


Olá meninas, está semana vou falar de um assunto que aflige grande parte das mulheres que conheço. Aquela “pochete”  que teima em aparecer. A maioria das minhas amigas e conhecidas reclamam que a barriga é a parte do corpo que mais “engorda” ou que é a mais difícil de perder. Já dei algumas dicas para conquistar um abdomem sarado e hoje quero falar sobre alguns alimentos que podem estar sabotando a sua busca da barriga chapada!

Grande parte das pessoas no intuito de acertar e acabar com os terríveis pneuzinhos acabam errando em algumas de suas escolhas alimentares. E acreditam que por estarem consumindo produtos considerados lights ou naturais, estão liberadas a ingerir grandes quantidades dos mesmos, sem imaginar o quanto esses produtos em sua grande maioria estão carregados com gorduras, conservantes e calorias escondidas.

Abaixo vou mostrar alguns alimentos que podem estar sendo os  responsáveis por você não conseguir perder aquela barriguinha…

Álcool – Bebidas alcoólicas aumentam a retenção de líquidos e gordura corporal, fora o alto nível calórico junto com o consumo do álcool, vem o famoso “tira-gosto”, que geralmente são aperitivos engordurados, frituras, etc… Uma seqüencia absurda de erros cometidos que acabam comprometendo o bom funcionamento do organismo, a saúde e a obtenção de resultados almejados.

Alimentos com teor de gordura reduzido (diet/light) – Uma versão reduzida de gordura parece ser uma ótima idéia, mas a gordura que é removida é substituída com condimentos e conservantes, sem redução de calorias. Dependendo do alimento, nem sempre é a escolha mais saudável.

Barras de cereais – Sempre com a promessa de ser um ótimo substituto de refeição ou apropriada para o consumo anterior a atividade física, na verdade em sua grande maioria são ricas em açúcar e gordura saturada. Certifique-se de ler os rótulos para evitar iniciar o seu dia com um complemento para sua barriga!

Chicletes sem açúcar – Chicletes sem açúcar contém adoçantes artificiais que podem atuar como açúcares simples quando consumidos em excesso.Os adoçantes sintéticos como o álcool SORBITOL ( adoçante geralmente utilizado nas gomas de mascar “sem açúcar”) podem atrapalhar a digestão (gerando dilatação abdominal pela formação de gases) e a redução da gordura.

Granola – Todas aquelas coisas maravilhosas e aparentemente saudáveis juntas deve ser bom para você, certo? Errado. Granola contém cerca de 350 calorias e 12 gramas de gordura por 3 / 4 xícara – além de uma tonelada de açúcar. Quando optar por usá-la, opte por as que possuam baixo teor de gordura ou de baixo teor de açúcar para fazer seu lanche.

Sucos de frutas – O açúcar das frutas pode ser natural, mas não é por isso que está “liberado” para todos e em todas as quantidades como muita gente pensa. Se você tem um monte de frutose na dieta, ela só tem um lugar para ir: seu fígado. Se os níveis de glicogênio no fígado estão cheios, todo esse excesso de frutose é transformado em gordura! Como o seu fígado não quer armazenar essa nova gordura, ela é transportada para outras partes do corpo, como a sua barriga ou cintura.

IMPORTANTE: Estas são apenas dicas a partir de pesquisas que faço sobre o assunto, são bem gerais e servem para a maioria das pessoas. Mas, para um acompanhamento  personalizada deve-se procurar um nutricionista. Este sim, vai poder  passar a dieta ideal para que seu objetivo seja alcançado da maneira correta. A individualidade biológica deve sempre ser respeitada, para isso um acompanhamento individualizado com um profissional devidamente habilitado sempre se faz necessário.
As dicas de hoje são essas, vamos continuar firmes e fortes no Projeto Verão 2013. Todo esforço será recompensado quando colocarmos um biquini  “baphonico” e todos os os olhares admirados se virarem para nós!!!!

Beijos e uma linda semana,

Vi

admin

Outros posts de

Menu